sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

Uma coisa que me marcou muito este ano

Bauhaus - Transmission (Cover) (esta arrepia muita gente, em especial eu e uma outra pessoa- É pena que no Youtube esteja que esta música foi gravada no Coliseu do Porto... MENTIRA! Como alguns devem saber, foi no Paredes de Coura 2006, basta ver que está a chover)



Desculpa, esta é para ti...

And now for something...

Audioslave

Audioslave - Cochise

Audioslave - Show Me How To Live

Audioslave - be yourself

Audioslave - Like a stone

Audioslave - Original Fire


Cypress Hill

Cypress Hill - Lowrider

Cypress Hill - Trouble

Cypress Hill-Insane In The Brain

Cypress Hill - Dr. Greenthumb

Desatinos de uma noite de Inverno.

E o que dá na RTP numa noite de 28 para 29 de Dezembro de 2006? Academia da Polícia 2. VIVA!

O egoísmo é de tal forma grande, que até as paixões são desencontradas. Mas depois, quando as há, pensamos se serão mesmo reais. Mas podemos sempre estar alienados disso tudo e viver só com amor uns pelos outros, gostando mais de uns que de outros, mesmo chegando a adorar

Por falar em cervejas, que é feito da Green da Super Bock? Assim se vê as marcas…

E porque nunca encontrei “A” na “noite”?

E como será o mundo sem tabaco?

Venho ouvir música e beber copos, e tu?

Se está frio o problema é dele.

Amiga, cheguei a apaixonar-me por obrigação, por isso, puta que pariu!

Mar y sol, estão tão longe, mas a areia está já aqui, para quê tanta dor no olho? Eu não te fiz mal. Se há asneira que se possa dizer é merda, já as outras…

Porque tenho sempre a ideia da “paixão do liceu”? Será porque correu mal?

Pensamentos a 250 € o minuto!

quinta-feira, 28 de dezembro de 2006

Mais e mais e mais e mais!

A Perfect Circle

A Perfect Circle - Judith

A Perfect Circle - Three Libras

A Perfect Circle - Weak and Powerless

A Perfect Circle - Imagine

A Perfect Circle-The Outsider

A Perfect Circle - Passive

Tool - Third Eye - Parte da letra

"See, I think drugs have done some good things for us, I really
do, and if you don't believe drugs have done good things for us,
do me a favor. Go home tonight and take all your albums, all
your tapes, and all your CDs and burn 'em. Cause you know what?
The musicians who made all that great music that's enhanced
your lives throughout the years? Rrrrreal fuckin' high on
drugs."

terça-feira, 26 de dezembro de 2006

Prendas? Que prendas?...!

Interpol

Interpol Obsticle 1

Interpol-Cmere

Interpol - evil

Interpol - pda

Interpol - nyc


Editors

Editors - Munich

Editors - Blood


Eagles Of Death Metal

Eagles Of Death Metal - I Only Want You


Tool


Tool Aenima

Tool - Eulogy

Tool-Hush

Tool-Prison Sex

Tool-Sober

Tool-Schism

Tool-Stinkfist

Tool-Parabola

Tool - The Pot

Tool-Vicarious



Para já vão só estes. Bons vídeos.

segunda-feira, 25 de dezembro de 2006

sábado, 23 de dezembro de 2006

Eu sei que não é muito original postar isto...

...pois todos já conhecem, mas é de mijar a rir!



Parabéns Nilton!

Conto de Natal

Era uma vez um, ou mesmo O Pai Natal, este era diferente de todos os outros, sentia-se dono de toda a plenitude omnipotente Do Pai Natal, sentia que era de facto O Pai Natal – a bem da verdade só pode existir um – sabendo, ou pressentindo este estado de espírito, ou esta força interior, resolve ir à casa de banho. Sabia que tinha de fazer algo para aniquilar todos os outros impostores, mas sem ferir susceptibilidades. Assim, e depois de limpar bem o rabo, tomou banho 10 vezes, secou-se, penteou-se, secou-se de novo, ajeitou as vestes, que lhe faziam parte da pele. Este era o grande trunfo Do Pai Natal, pois todos os outros se despiam, O verdadeiro Pai Natal, trás as veste como se fossem a sua pele, aliás, fazem parte da sua pele, não se conseguindo diferenciar, ou não se sabendo muito bem como saem. A única coisa que era amovível era o gorro e as luvas, bem como os sapatos, mais de resto tudo era inamovível. Montou-se no seu veículo e rumou à maior cidade do universo. Era lá que iria perpetrar o seu grande plano, tornar todos os impostores em seres verdes, sem cabelo e com altos índices de cabelo nos pés, sim, cabelo e não pelo. Voou à velocidade perto do som, pois a sua audição nunca foi das melhores. Quando lá chegou pensou nos pobres coitados que o fazem e arrependeu-se. Fez só uma aparição em público todo nu, mas não lhe deram o devido valor, pois não sabem do real poder do que significa estar nu para O Pai Natal. De facto a única coisa que conseguiu foi uma valente constipação, ao andar descalço em plena rua e sem o gorro, da sua sempre impecável pele/roupa.
Triste e desconsolado, volveu a casa, cheio de ranho, à velocidade que lhe deu mais jeito e mais uma vez, foi o único, tirando os taxistas, que trabalhou na noite de consoada.
Um grande bem haja para Ti, Pai Natal!

PS: Não te esqueças de usar desodorizante este ano, ok?

sexta-feira, 22 de dezembro de 2006

VIVA URRA!!!

VIVA!!! URRA!

VIVA URRA! YES! ESTAVA A VER QUE NÃO!!! VIVA! ABRAM ALÁS! ELES JÁ SÃO MAIORES!!!

YES YES YES YES YES!!!

SIM! MAIS! MAIS! SIM!

Maiores!

PS: Sim, com quase um dia de atraso, mas as comemorações continuam, aliás, ainda agora começaram!

quinta-feira, 21 de dezembro de 2006

Constatação matinal

VIMECA!

E porque não ficaste lá???

quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Mestre

ALUNO: Mestre, como posso eu ser o mais esperto da escola, se outro dia cai num buraco…
MESTRE: Meu filho, não acredites em tudo o que te contam. Pensa antes como podes ser esperto e ter boas notas e mesmo assim não seres a pessoa mais exógena do mundo, já pensaste nisso?
ALUNO: Claro que sim Mestre. A minha exogenia é pensada todos os dias, não só por mim, como pelos meus botões, os quais faço sempre o mais aprumados possível. Explique para eu entender, que não sei o que fazer, como posso eu relacionar o entrar no buraco, com a esperteza, correlacionado com a minha capacidade e ser exógeno?
MESTRE: É fácil meu filho!...
ALUNO: É?
MESTRE: Sim, é….
ALUNO: Como assim?
MESTRE: É…
ALUNO: Ah! Pois já sei.
MESTRE: Vês como é fácil!

Dois anos de prática, são o estrito necessário, para saber o que se diz.

terça-feira, 19 de dezembro de 2006

E depois de uma noite pacata...

Q: Qual a palavra que mais se utiliza antes de morrer?

R: Foda-se...